quarta-feira, 30 de maio de 2007

Amenidades

Ainda penso com estranheza e delícia na nossa noite. Eu, cama, você, bêbados. Eu sobre um você bêbado. Fazia frio ontem. Hoje te olhei e pensei na estranheza e delícia da nossa noite. Eu sobre um você bêbado, em atenção, em vontade e em negação de coisas. Lembro bem de tudo sempre: noite, parede, vestido, sapato e mãos. Eu quis fugir. Mãos nas minhas costas e me senti adorada. Santa. Tua em meus melhores beijos, em quadris desajuizados, em pedidos e hoje te olhei; formais conhecidos impartilhados.

3 comentários:

Carola Richardson disse...

Amei esse conto!!!!!!!! ficou muitoooooo bom...


Ele é só uma pessoa... aquela que eu não entendo, que você não consegue explicar e que eu não sei o que faz direito em sua vida - até agora isso não ficou claro.
Achou agora?

Limão disse...

Oi Prill, já reparou que tem um pá de blog com limão no meio? Acho que poderiamos fazer uma comunidade "aqui só entra limão". O que acha? :)

Allan disse...

Fiquei mto curioso!!!!!!
Qual foi a inspiração?????

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...