quarta-feira, 25 de julho de 2007

Afunilando a existência



por fim, afunilemos. fiquemos juntos e aquecidos (?) esquecidos como pinguins. nada de imperiais, todos da mais pública plebe. consuetudinariamente pinguins, juntinhos, caminhando nas calotas, na mesma enseada, sem muita pressa, badalares.





5 comentários:

Carola Richardson disse...

Oquei... fiquemos juntos então.

Amei o texto. A foto é divina.

Grande Deusa, Priss! Tu escreve em menina, estava relendo aqui enquanto fazia esse comentário.
hahahha
amei mesmo!

*Mr. Tambourine* disse...

Será que a concepção grega de democracia foi inspirada nos pinguins?

Não sei se eles tinham conhecimento dos pinguins, mas o conceito de democracia grega vai de encontro ao seu texto...
Muito bom!

Bella disse...

Ai priss... estou com saudade! só o limão para matá-la um pouquinho!!!

Esse lance dos pinguins foi inspirado naquele emoticon, não foi!?

Dá pra fazer a continuação da história... "sem muita pressa, badalares... e... "pum!"... afunda no gelo!" kkkkkkkkk

desculpe por banalizar o seu texto! aliás... eu so tenho vindo aqui pra banalizar!

Beijos, gostosa!
(ops... agora isso aqui é público mesmo!)

Isabella Kantek disse...

Juntinhos e sinistros no seu tuxedo impecável. De uma peble severina.

Esses teus pequenos textos colocam a gente para funcionar.

Bisou-tantan

Ricardo Rayol disse...

Marchem pinguins
ovelhas austrais
pisoteiem a trilha
gélida,
excruciante frio
os embala
ao mar se atirem
em louca busca
sirvam-se
e servidos sejam.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...