segunda-feira, 10 de setembro de 2007

O morto

Se fosse estranho você podia até parar de rir! Quase rosa, inclinada na mesa, ela balançava o queixo e o pescoço, mostrando a língua branca. Eu queria parar de andar feito gente o tempo todo, minha mãe dizia isso e eu nunca acreditei. Paremos, paremos, quantos anos ela tinha na época? Quinze... quinze e debochada. Eu olhei pra sua cara de casado, não posso esquecer, logo vi que você era casado. E a sua? velhos 23 anos numa curva embaixo dos olhos... de separada. Ela subiu novamente na poltrona mas riu menos, desfez os pontos do crochê por tédio.
Eu queria tudo diferente... às vezes eu acho que esse cheiro não vai sair de mim e do cabelo. Isso me espanta em você, e acendeu um cigarro, foi pra junto da janela exatamente quando passou um Maverik vermelho escrito vendo raridade. Te espanta porque não precisou comer os ovos empanados do boteco, o moço me dava até um refresco de graça, junto com ovo... ovo cozido empanado, ovo à milanesa e um refresco bem ralo de maracujá. Só queria tirar o cheiro de peão de obra. Não sinto, nunca senti, não gosto de você assim. Riu de novo. Ri... ri que eu te prefiro, ri até com os dentes, Clarisse. Ficou d'um sussurro que se estendeu fresquinho pela sala e puxou uma mecha de cabelo dela com outros dedos da mesma mão de cigarro; prefiro você Clarisse à Macabéa. Não sou nada não... Ele puxou outros pedaços de cabelo, ela se abriu ampla como um flamingo. Ele refez, ventou e se depuseram pro amor.

5 comentários:

Bruno disse...

Ter um Maverik é bacana, mas esse carro é tão charmoso quanto beberrão.

Van disse...

Prill querida.....
Respondendo tardiamente, mas sempre em tempo...
Adorei a mulher de 31. Sinto-me próxima dela, já à frente, mas próxima.
Amore...
Moro em Ribeirão Preto - Interior de São Paulo. Fica a 300km da capital. Morei em Sampa por um tempo, mas voltei pra cá buscando uma qualidade de vida melhor (e pra estar perto da minha família). Tirando o calor infernal e a secura, adoro essa terra. Está convidada, amore. Quando quiser, venha conhecer!
Beijucas

Ricardo Rayol disse...

perfeito. mil visões me assombraram lendo isso.

Paola a Estranha disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Cristiane Martins disse...

Gosto de ficar imaginando as cenas do que escreves... pra mim é um quebra-cabeças montado com a mente e interpretado pelo coração.
Muito bom.
Bj

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...