domingo, 2 de setembro de 2007

atualização às 10 e 35am: o queijo suíço (republicação às 3 e 48pm)
de criação randômica de-mente igualmente conteudada, o Limão tem passado à samba d'uma nota só. tanto autista, tanto esquizofrênico, com certeza encriptado demais. onde o sentido do escrito vai? vai parar? cada um toma o que quiser e faz de seu mas não acredito que o auto-mutismo seja o melhor dos programas.
a nota parada repetida estão sendo esses dias de seis aplicações de insulina, num gráfico glicêmico que parece não melhorar principalmente quando eu olho pro lado e (juro que é de repente) há um drink de vodka com morango ou com melancia na minha mão... não sei como ele pôde parar lá, mas está, ou estava. e um clima de doença que parece a tal nuvem negra dos pentencostais. estar doente é um conforto; faz tempo que não me arrasto tão indulgente com tarefas numa copulação de preguiça, dor e perda de peso. assim continuo com esses dias onde escrevo menos e sobre a mesma coisa, sobre só os rumores talvez cochichos que têm se espalhado e virado umas coisas mono que eu quero muito ouvir, dialogar pra rarefazer mesmo.

5 comentários:

Ricardo Rayol disse...

Um caledoscópio turbilhonado... mas como o drink foi parar na sua mão?

Prill disse...

não faço idéia!
mas o pior foi quando ele reapareceu em outros sabores. acho que a física quântica explicaria bem...

Isabella Kantek disse...

Os seus textos sobre esse você-encriptado são, para mim, reveladores. E dói.

osrevni disse...

Priscilla, o que tem de estranho em ler e comentar? Falando nisso, obrigado pela sua leitura/comentário...

Ana Paula disse...

Esquizofrênico? Bota uma pitadinha de de toc e podia ser a minha vida!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...