segunda-feira, 3 de setembro de 2007

Martha

do filme de 1966
Martha: Seu porco...
George: Oink, oink
Martha: Amor... me faz mais um drink?
George: Meus Deus, você podia parar de entornar, não podia?
Martha: Ora... estou com vontade de beber!
George: Jesus.
Martha: Veja, querido, eu posso te beber em baixo de qualquer porcaria de mesa que você queira então não se preocupe comigo.
George: Eu já lhe dei o pagamento anos atrás, Martha. Não há uma premiação sobrando que você já não tenha ganho.
Martha: Juro, se você existisse, eu me divorciaria.

do dia em 2006
já tínhamos tudo planejado: do início confuso (a questão de sermos amigos) até a terceira separação amigável (eu vou fingir bem a conformação) onde você vai ficar com nossos filhos e eu com a conta do analista dos nossos filhos. somos um futuro casal infeliz tão perfeito que não começamos já por medo de provocar um desequilíbrio na ordem natural, mas isso realmente não importa porque eu sou teimosa. nunca consegui esquecer a primeira vez que você me disse "nonsense, Martha"...eu às vezes tento esquecer mas é o que fica, é o que fica junto daquela vez no museu de arte que a gente queria invadir uma festa do jardim, culminamos em muita bebida e eu morta de vontade de fazer xixi, você disse que ia fazer cabaninha junto duma árvore. daí fomos rodar na chuva cantando "who's afraid of virginia woolf?". acho que realmente isso não interessa às pessoas aqui como tudo que é meio público particular, a nossa infelicidade futura. talvez eu só quisesse escrever algo diferente do samba duma nota só, muito diferente de como eu me sinto no seu colo e você perguntando estou com cheiro de cerveja? não... você tá cheirando a você. daí você riu e perguntou. não sei...acho que é como cheiro de você. na nossa frente tinha um casal de rapazes se masturbando mas, definitivamente, não somos voyeurs. No outro fundo ela cantava: i dance like the wind! e eu pensava que não sei se é mais irritante ser pragmático ou ser esquizofrênico.
--
Quem tem medo de Virginia Woolf? , peça de Edward Albee e filme de Mike Nichols.
postagem desinteressante e mal escrita

8 comentários:

vhOa disse...

ola komo estas?ta a ver blogues e vi o teu e achei interesante e entao dicidi parar para ver...
mt fixeee...
paxa pelo meu blog se poderes k eu vou passando pelo teu...

Ricardo Rayol disse...

coisinha mais miguxinha... credo

Muito louco mas falou uma coisa muito maneira: somos um futuro casal infeliz tão perfeito que não começamos já por medo de provocar um desequilíbrio na ordem natural

show. um dia aprendo.

nelson disse...

Pragmático. Às vezes irrito os outros.

Ana Paula disse...

Correção, moça: postagem extremamente interessante e bem escrita!
Beijo.

Prill disse...

ana paula, muito gentil!
infelizmente fico com o Rayol: miguxo, horroroso. não era essa a intensão, o texto descambou, a culpa é toda do alter-ego. ele chama às pessoas de Nêm, acredita?

Ana Paula disse...

Ahahaha! Nêm é pavoroso! (Meu filho me chama assim quando quer me irritar!)Mas deixa o alter-ego em paz, coitado... Depois... Se ele chamasse as pessoas de miguxo, aí, sim, era hora de você se preocupar, hehehehe! O texto ficou show. Eu fiquei imaginando as cenas. Não vi o filme, quero ver... Ah, me toquei de que eu sou o público-alvo do alter-ego. contanto que ele não me chama de Nêm! rs

E essa do "cheiro de você"... Ah, esse filme eu já vi, sim. Deu até saudades.


Você é a menina do limão e o povo é que azeda, né?

Nossa, postei... Desculpe!

Beijo.

Van disse...

Prill....
Por que essa mania de desmerecer, subjugar e subestimar as coisas todas que você escreve???? Aff!!!!! É tudo bom. E pronto!
Beijuca

Prill disse...

Ana, o povo azeda é ótimo rss lembrei daquela frase "o inferno são os outros" que dá pano pra manga. eu gosto de comentários grandes, assim não me sinto culpada dos meus testamentos, cara..

Van, juro que não é mania de desmerecer. É um senso crítico paranóico à lá "jesus me chicoteia".. mas tudo ainda num nível muito saldável. assim me mantenho buscando as melhores formas, focos ou ângulas dessa escrita pretensiosa.

muito obrigada, pelos comentários :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...